Notícias
HomeNotíciasBZINHO TESTA NOVO MODELO DE MOUNTAINBOARD DA DROPBOARDS

BZINHO TESTA NOVO MODELO DE MOUNTAINBOARD DA DROPBOARDS

O atleta, campeão brasileiro da modalidade, está lançando seu modelo, o DropMountain Bzinho Pro, em ação conjunta com a marca.

Bernardo Picorelli, o Bzinho como é mais conhecido, testou na última terça feira, 26 de maio, o mais novo modelo do skate a ser produzido no Brasil, o DropMountain Bzinho Pro. O atleta, que é campeão brasileiro de mountainboard, desenvolveu o produto junto a DropBoards, empresa que o patrocina. A pista de treinos foi a Quinta da Boa Vista, local que trinta anos atrás foi palco da primeira competição de skate do Brasil.

Essa modalidade, que é conhecida como a mais versátil da família do skate, tem nos “gramados imperiais” da Quinta da Boa Vista um dos melhores pontos para a iniciação na modalidade off road do mountainboard, mas também é muito bom para a prática do estilo livre.

“A Quinta da Boa Vista oferece muitas opções de ladeiras gramadas com diversos tamanhos e inclinações, perfeito para os iniciantes. Além disso, para o pessoal que já domina um pouco mais o equipamento, tem muita troca de terreno (calçada – grama) e obstáculos naturais que geram pequenos saltos onde o mountainboard prova que é realmente o mais versátil skate que existe” disse Bzinho.

Ele iniciou a primeira sessão de testes em uma pequena rampa de madeira que utiliza para treinar manobras aéreas. Foram cerca de 30 saltos onde o intuito era testar o posicionamento das alças na prancha, sua flexibilidade na hora do salto e no retorno dele. O produto passou no primeiro teste.

Após essa sessão inicial, veio o momento de um teste mais pesado: saltar da escadaria do Museu Nacional. O lance de escadas que dá acesso ao Museu Nacional tem 9 degraus bem largos e seculares, e a área de aproximação do salto é curta, cerca de 12 metros. O retorno do salto é feito em um terreno plano de asfalto então essa era a hora de saber se o shape aguentaria o “tranco”.

Foram feitos pelo menos 20 saltos seguidos para então Bzinho conferir o fundo do shape e reparar que poucos arranhões o marcavam. Resultado que demonstra que na volta dos vôos a parte de baixo pouco encostava no chão.

“Normalmente quando se volta de um salto, seja ele no plano reto ou inclinado, a prancha vai ao chão e isso não é ruim, pois assim absorve um pouco do impacto. Porém, não pode ir muito, senão acaba por frear o equipamento e pode até derrubar o praticante. Percebi que com o shape bem durinho, o impulso para o salto me lançava bem na frente e pro alto. E na hora da aterrissagem a absorção do impacto era muito grande, o que me deu um conforto enorme, forçando bem menos meus joelhos” completou o mountainboarder.

Bzinho gostou muito do rendimento do skate nessa sessão, mas volta a fazer novos testes, ainda de resistência, em meados de junho, no Ski Park de São Roque, interior de São Paulo. Em seguida vai para Brasília, onde treina manobras aéreas de inversão aterrissando numa piscina de espuma. Na capital federal ele treinará na pista TOR (Território Off Road), que vai sediar a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de mountainboard no dias 25 e 26 de julho.

O lançamento desse novo modelo, resultado da associação do Bzinho, campeão brasileiro de mountainboard, e da DropBoards, melhor fabricante do país, está previsto para Setembro, na Adventure Sports Fair, em São Paulo.

Deixe seu comentário