Notícias
HomeNotíciasLADEIRAS BRASILEIRAS PARA DESCER DE CARVEBOARD

LADEIRAS BRASILEIRAS PARA DESCER DE CARVEBOARD

Apresentamos as 6 ladeiras brasileiras que fazem a cabeça de quem se arrisca em cima da prancha com rodas, o carveboard. Cada pico recebeu atribuições, observações e até o nível de dificuldade, indicados por carve riders das regiões. Se atira:

1. DROP DAS TORRES

Drop das Torres fica localizado na Alameda Babaçu. O local contém uma grande área verde que proporciona conforto aos praticantes do Surf no Asfalto. O trânsito no local é praticamente zero, proporcionando segurança aos praticantes. O Drop das Torres conta com duas ladeiras: uma nível Leve e outra nível Médio.

Para quem quiser conhecer um pouco: www.facebook.com/page/dropdastorres.

LOCAL

Itu / São Paulo

EXTENSÃO

700m

NÍVEL / DIFICULDADE
Leve
Média

2. PRAINHA

A ladeira dá acesso a praia do Grumari e tem movimentação de carros um pouco intensa nos finais de semana. Entretanto, sinalizando e mostrando o domínio do board, os motoristas acabam curtindo o drop junto com o praticante, graças ao visual que acaba em uma das praias mais bonitas da cidade.

O drop inicia muito pesado, aliviando na metade e voltando a ficar difícil no final da descida.

LOCAL

Rio de Janeiro - RJ

EXTENSÃO

+ ou menos 600m

NÍVEL / DIFICULDADE
Pesado
Difícil

3. LADEIRA BEST

Esta ladeira foi, por algum tempo, o palco principal dos treinos da carvericks. Um trecho de 200 metros com o asfalto em perfeitas condições e com um declive perfeito para prática de carveboard. Uma opção interessante para este drop, é começá-lo do alto de um morro, que fica atrás da ladeira (sendo essa parte inicial de grama) e dar continuidade no asfalto. Fazendo isso, o trajeto ganha mais 100 metros e a sensação de sair do barro – a 30 km/h – e ser lançado no asfalto é única.

LOCAL

Sâo Bernardo do Campo - SP

EXTENSÃO

200m

NÍVEL / DIFICULDADE
Médio
Difícil

4. CAIEIRAS “JAWS”

Ladeira de altíssimo nível, descoberta pelo atleta Bruno “Xuxa” e conhecida como a ladeira mais “Casca Grossa” da cena do carveboard. A ladeira exige que o carver execute manobras, slides, rasgadas o tempo todo para segurar a velocidade. A cada 3 metros, o carrinho ganha muita velocidade. É indicado baixar a calibragem dos pneus e usar capacete.

LOCAL

Caieiras - SP

EXTENSÃO

500m

NÍVEL / DIFICULDADE
Muito Pesado
Muito Difícil

5. ILHA PORCHAT

Várias opções de rolês com vista pro mar, o principal com 820 metros (do mirante do Niemeyer até a praia). O asfalto está em ótimas condições, contando com muitas calçadas e tubos para todas as bases. O tráfego de veículos é moderado e varia de acordo com o dia e a hora. A ladeira é conhecida por ser o berço de vários atletas de ponta do esporte.

LOCAL

São Vicente - SP

EXTENSÃO

820m

NÍVEL / DIFICULDADE
Leve
Média

6. LADEIRA DO PARQUE DA INDEPENDÊNCIA (LADEIRA DO MUSEU)

Não possui circulação de carros na área, contando com uma parte flat para quem está começando a andar. Também conta com uma descida reta, que atinge 40km/h e é palco de um dos maiores campeonatos de Skate Downhill do Brasil.

LOCAL

São Paulo - SP

EXTENSÃO

420m de comprimento x 20m de largura

NÍVEL / DIFICULDADE
Leve
Fraco

Fonte: HB Brasil

Relacionado

Carveboard First

Carveboard MTX

Carveboard MTX Júnior

Recentes

Deixe seu comentário